.

.

PREÇO BAIXO VOCÊ ENCONTRA AQUI

PREÇO BAIXO VOCÊ ENCONTRA AQUI
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 12 de agosto de 2017

350 pessoas são diagnosticadas por ano com HIV no Piauí

Resultado de imagem para pessoa diagnosticada com HIV
Discutir a qualidade de vida das pessoas que convivem com o HIV e as perspectivas de enfrentamento da doença foram pautas do IV Fórum Estadual de Pessoas Vivendo com HIV/AIDS. Com apoio da Secretaria de Estado da Saúde, o evento foi finalizado na sexta (11), no auditório da Faculdade de Ciências Médicas (Facime).
No Piauí, segundo a coordenadora estadual de Doenças Transmissíveis, Karina Amorim, são diagnosticadas 350 pessoas com HIV/AIDS por ano, em média. “Um dos pontos que frisamos bastante é a questão do teste para diagnóstico precoce, porque existem várias pesquisas mundiais comprovando que as perspectivas de controle da epidemia começam em conseguir diagnosticar precocemente as pessoas que vivem com HIV e colocá-las em tratamento, diminuindo a replicação viral e também as chances de transmitir para outras pessoas, controlando assim a epidemia que está instalada”.

Ainda de acordo com a coordenadora, o Plano Anual de Saúde do Programa Estadual de HIV/AIDS está em plena execução. “Com atividades que vão desde a prevenção a ações de diagnóstico e assistência, passando pelo tratamento e vigilância epidemiológica no intuito de cumprir o previsto no programa”.

Uma das primeiras ações do Plano foi a implantação do teste rápido. “Todo mês, a Secretaria realiza de duas a três capacitações para que profissionais de saúde de todos os 224 municípios sejam os executores da testagem. Então, os gestores municipais devem, depois dessa capacitação, fazer a implantação desse serviço”, disse Karina Amorim.

A outra situação, além do diagnóstico é o tratamento oportuno, com o encaminhamento da pessoa diagnosticada com HIV para o serviço de referência. No ano passado, o Governo do Estado abriu mais um serviço de referência em Oeiras no esforço de enfrentamento da epidemia do HIV e contribuindo para o alcance das metas nacionais e mundiais.

No Estado existem seis serviços de atendimento especializados, em Teresina, Picos, Floriano, Piripiri e Parnaíba, além de Oeiras. Outro serviço de referência oferecido pela Secretaria nesses municípios são os Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA) que têm profissionais aptos a realizarem o mesmo trabalho profilático.

Em Teresina, o Centro de Testagem e Aconselhamento Estadual (CTA) funciona nos períodos manhã e tarde, na Rua 24 de Janeiro, 124/N, edifício Teresa Cristina, 2º andar - esquina com a Álvaro Mendes. Telefones: 3216-2046 / 3216-2048

Fonte:MN
Portal do Águia - Blog de notícias de Parnaíba, Piauí, Brasil